(41) 3026-7964 / (41) 98770-3019 contato@maiscontemporanea.com.br

Música e Estresse

Muitos e muitos alunos que frequentam cursos livres de música buscam, além do aprendizado, aliviar o estresse, esquecer dos problemas e envolver-se com sentimentos e sensações prazerosas.

Essa busca, muitas vezes inconsciente se dá porque o instrumento ou a própria voz, no caso dos alunos de canto, auxiliam na expressão dos sentimentos e liberaram o estresse do dia dia.

De acordo com Barrera & Lathom (2002), a música, sendo uma forma de comunicação não verbal, facilita a exteriorização de sentimentos e preocupações, contribuindo sobremaneira para a redução do estresse e ansiedade.

A música, independentemente do gosto musical de cada pessoa, estimula o nosso cérebro influenciando diretamente no nosso estado de ânimo, controlando, por exemplo, o estresse e a ansiedade.

Se a música é do nosso agrado, o cérebro libera de maneira imediata sensações de prazer e bem estar, através dos neurotransmissores dopamina, endorfina e oxitocina.   

Existem diversos estudos que comprovam que a música pode auxiliar no manejo do estresse, reduzindo os níveis de cortisol, também conhecido como hormônio do estresse.

O Dr. David Lewis-Rodgson da Mindlab International conduziu uma pesquisa para encontrar músicas que deveríamos ouvir para encarar o estresse e a ansiedade. No estudo constatou-se que a música Weightless de Marconi Union reduziu os níveis de estresse e ansiedade em até 65%.

À parte do aprendizado musical, é comprovado que escutar alguns estilos de músicas traz benefícios para a nossa saúde. A música, especialmente com melodias alegres, pode ajudar o aluno a se sentir mais otimista e positivo – o que ajuda a liberar o estresse.

Abraços,

Carolina Coelho